21 Atletas brasileiras nos Jogos Olímpicos de Tokyo 2020

Conheça as mulheres que vão representar o Brasil em diversas modalidades esportivas nos Jogos Olímpicos de Tokyo 2020 e prepare sua torcida

Os Jogos Olímpicos nasceram na Grécia Antiga e receberam esse nome porque eram disputados na cidade grega de Olímpia. Somente em 1896 a disputa com diferentes modalidades começou a ser realizada de quatro em quatro anos, como conhecemos hoje.

Apesar de antigo, os Jogos Olímpicos aceitaram a participação das mulheres somente em 1900, na edição sediada em Paris. Nesse mesmo ano, a tenista britânica Charlotte Cooper conquistou a medalha de ouro em sua categoria e abriu espaço para que outras mulheres pudessem participar do evento nos anos seguintes.

Além de Charlotte, a ucraniana Larisa Latynina foi a mulher que mais conquistou medalhas nas competições olímpicas. No período em que competiu, entre 1952 e 1966, a ginasta somou 18 medalhas, sendo nove delas de ouro. Seu recorde foi quebrado somente em 2012 pelo nadador Michael Phelps.

Esporte e empoderamento feminino

As mulheres conquistaram o direito de participar dos Jogos Olímpicos e mostrar suas capacidades esportivas anos depois da primeira edição moderna do evento. Por esse motivo, o esporte passou a ser visto ao redor do mundo como uma forma de empoderamento para as mulheres, demonstrando a conquista de seus direitos e a liberdade para participar das diferentes esferas sociais.

No Brasil a primeira mulher a alcançar o direito de competir nos Jogos Olímpicos foi a nadadora Maria Lenk. Em 1932 ela superou o Decreto de 1941, que impedia as mulheres de praticarem esportes, e participou da competição disputada em Los Angeles. Com apenas 17 anos, Maria Lenk marcou a história das mulheres brasileiras nos Jogos Olímpicos, além de ser considerada a pioneira da natação moderna.

Veja também: Por que ler histórias com meninas protagonistas?

Sabendo um pouquinho da história das mulheres nos Jogos Olímpicos, vemos o quanto foi difícil para elas começarem a participar desse evento. Para celebrar toda essa conquista, nada melhor do que conhecer as atletas brasileiras que vão representar o país nas disputas de Tokyo 2020 e preparar a torcida para elas!

Atletas brasileiras nos Jogos Olímpicos de Tokyo 2020

Nos Jogos Olímpicos de Tokyo o Brasil será representado por um total de 302 atletas entre as categorias femininas e masculinas. Conheça abaixo 21 das 141 mulheres que vão vestir a camisa da delegação do Brasil nos Jogos Olímpicos.

1. Ana Cristina @ana.cristina.desouza

Com apenas 17 anos, Ana Cristina é uma revelação do vôlei brasileiro e uma das promessas para que a seleção traga o ouro para casa nos Jogos Olímpicos de Tokyo 2020. Ana é filha da ex-jogadora de vôlei Ciça e com o esporte na família, começou a treinar com 10 anos e aos 14 já participava da seleção brasileira sub-18.

2. Ana Marcela Cunha@anamarcela92

A competidora de maratonas aquáticas Ana Marcela começou a nadar aos dois anos de idade, quando fez as primeiras aulas de natação. Desde então, sua paixão pelas águas já a fizeram conquistar por seis vezes o prêmio de maior nadadora de águas abertas do mundo. Em Tóquio, Ana vai disputar a medalha nas provas de maratonas aquáticas.

3. Aline Furtado@aline.rfurtado

A jogadora de rugby Aline Furtado nasceu na cidade de Socorro, no interior de São Paulo e ao ser convocada para os Jogos Olímpicos de Tokyo afirmou em entrevista ter realizado um sonho. O rugby que foi disputado somente em quatro edições olímpicas, retornou ao evento esportivo em 2016 na modalidade “sevens”, com sete jogadores por time.

4. Bia Ferreira @beatrizferreira60kg

Filha do ex-boxeador Sergipe, Bia Ferreira impressiona por onde passa: desde que começou a competir, ela já participou de 25 disputas e em 24 delas saiu com a vitória. A boxeadora, que finalizou o ano de 2020 em primeiro lugar no ranking mundial da categoria, é uma das promessas para conquistar o ouro olímpico em Tokyo 2020.

5. Duda Arakaki@dudaarakaki

Maria Eduarda Arakaki disputará com a equipe brasileira os Jogos Olímpicos na modalidade de conjunto da ginástica rítmica. Ela conheceu o esporte com seis anos de idade e aos nove já havia ganhado uma competição nacional da modalidade. Desde então, Duda vem conquistando seu espaço na categoria e fazendo história ao lado da equipe brasileira.

6. Duda Lisboa@santoslisboaduda

Nascida em Sergipe, Duda Lisboa começou a ganhar visibilidade após disputar três mundiais de base em um mesmo ano. Tudo isso com apenas 15 anos de idade! Em 2017 Duda começou a treinar com Ágatha Rippel e juntas pretendem conquistar a medalha de ouro para o Brasil nos Jogos Olímpicos.

7. Flavia Saraiva@flavialopessaraiva

Inspirada por Daiane dos Santos, a ginasta Flavia Saraiva vem conquistando seu espaço na modalidade desde 2013, quando começou a competir internacionalmente. A jovem, que já acumulou diversas premiações e aprendizados, vai em busca do ouro na categoria solo dos Jogos Olímpicos da capital japonesa.

8. Formiga@oficial_formiga

Veterana dos Jogos Olímpicos, Formiga irá participar em Tokyo 2020 de sua sétima edição do evento esportivo. Ao lado da seleção feminina de futebol, a baiana nascida em Salvador já conquistou muitas medalhas e vai em busca de mais uma na capital japonesa. Ela é ainda a única atleta entre homens e mulheres a ter participado de 7 Copas do Mundo.

9. Gabriela Chibana@gabrielachibana

A judoca Gabriela Chibana foi a última a se classificar para os Jogos Olímpicos de Tokyo 2020. Além do esporte, a paulistana também é apaixonada pela área da saúde e se formou em enfermagem no ano de 2019. O amor pelo judô é uma tradição familiar que a motiva ainda mais a conquistar a medalha de ouro para o Brasil.

10. Giulia Takahashi@_giuliatakahashi

Giulia Takahashi será a reserva da seleção brasileira de tênis de mesa nas disputas de Tokyo 2020. Com apenas 16 anos, Giulia impressiona por ser a terceira colocada mundial em sua categoria. Sua irmã, também apaixonada pelo esporte e bem colocada no ranking mundial, representará o Brasil nos Jogos Olímpicos.

11. Iêda Guimarães@iedaguimaraess

Com 19 anos, Iêda Guimarães é a única atleta brasileira classificada para Tokyo 2020 na modalidade do pentatlo moderno. A categoria, que reúne esgrima, natação, hipismo, corrida e tiro a laser, foi incluída nos Jogos Olímpicos em 1912, porém foi somente no ano 2000, nos jogos de Sydney, que as mulheres puderam competir na modalidade.

12. Ingrid Oliveira@ingrid.oliveira96

Um dos principais nomes dos saltos ornamentais, Ingrid Oliveira é uma das atletas brasileiras a representar o Brasil em Tokyo 2020. A carioca foi vencedora do Grand Prix de Bolzano, na Itália em 2021 e é uma das apostas na modalidade para conquistar o ouro olímpico.

13. Isadora Pacheco@isapachecoskt

Natural de Florianópolis, Isadora Pacheco participa do Circuito Brasileiro de Skate desde os nove anos de idade e aos 11 anos passou a atuar também no Circuito Mundial. Os jogos de Tokyo 2020 marcam a estreia do skate no evento esportivo e ao lado do restante da equipe, Isadora vai buscar o ouro olímpico na modalidade.

14. Jaqueline Mourão@jaquelinemourao

A ciclista Jaqueline Mourão é apaixonada por esportes, já tendo praticado natação e atletismo. Aos 15 anos começou sua carreira no ciclismo e seu título mais recente é o bronze conquistado nos Jogos Pan-Americanos de Lima em 2019. Ela é a única mulher brasileira classificada a disputar os Jogos Olímpicos na categoria ciclismo mountain bike.

15. Letícia Bufoni@leticiabufoni

A skatista Letícia Bufoni é uma das favoritas a trazer o ouro olímpico para o Brasil nos Jogos de Tokyo 2020. Antes da competição, ela conquistou sua sexta medalha de ouro no X-Games disputado na Califórnia. Além disso, aos 28 anos, Letícia também é considerada uma veterana e lenda viva do skate.

16. Marta Vieira@martavsilva10

Marta Vieira Futebol Feminino

Marta Vieira é atacante da seleção feminina de futebol e já foi considerada por seis vezes a melhor jogadora do mundo na categoria. Junto com a seleção brasileira ela conquistou a medalha de ouro nos Jogos Pan-Americanos de 2003 e 2007. Com a marca de 15 gols, Marta também é considerada a maior artilheira da história nas copas do mundo de futebol feminino.

17. Nathalie Moellhausen@nathaliemoellhausen

Na modalidade de esgrima, Nathalie Moellhausen é a promessa brasileira para conquistar o ouro nos Jogos Olímpicos da capital japonesa. Nathalie, que nasceu na Itália, decidiu defender a seleção brasileira nessa modalidade em 2014. Junto com o Brasil ela já conquistou diversas medalhas e vai em busca de mais premiações em Tokyo 2020.

18. Pâmela Rosa@pamelarosaskt

Com apenas 21 anos, Pâmela Rosa é líder do ranking mundial de skate na modalidade street. A paulistana conheceu o esporte por acaso através dos amigos de seus irmãos e acabou se apaixonando pela categoria. Ao lado da equipe brasileira, Pâmela é uma das apostas para inaugurar a modalidade nos Jogos Olímpicos trazendo o ouro para o Brasil.

19. Rayssa Leal@rayssalealsk8

Rayssa Leal é a atleta brasileira mais jovem a disputar uma competição olímpica adulta. Com apenas 13 anos, ela é uma das favoritas a conquistar o ouro nos Jogos Olímpicos de Tóquio. Natural do Maranhão, a jovem já conquistou o segundo lugar no Mundial de São Paulo em 2019 e em 2021 levou a medalha de bronze no Mundial de Roma.

20. Silvana Lima@silvanalimasurf_

A cearense Silvana Lima começou a competir profissionalmente pelo surfe em 2006. Desde seu início na modalidade, ela já foi considerada a melhor surfista brasileira por oito vezes, além de conquistar o segundo lugar no campeonato mundial por duas vezes. Ao lado de Tatiana Weston-Webb, ela vai representar o Brasil nos Jogos Olímpicos de Tokyo 2020.

21. Stephanie Balduccini@sbalduccini

Aos 16 anos de idade, Stephanie Balduccini será a mais jovem nadadora brasileira a disputar uma competição olímpica. A carreira da jovem ganhou notoriedade em 2019, quando ela venceu sete das dez provas do Campeonato Brasileiro Juvenil da categoria. Em Tóquio ela disputará na modalidade feminina de 4×100 livre ao lado de Etiene Medeiros, Ana Vieira e Larissa Oliveira.

Garotas podem ser atletas – e tudo que sonharem

As atletas brasileiras são inspiração para a nova geração de meninas, que poderá se sentir representada por essas mulheres incríveis no mundo dos esportes. E que tal incentivar esse empoderamento das garotas também por meio da leitura?

Com o livro personalizado “Barbie – Você Pode Ser Atleta” a criança se torna protagonista da história e descobre ao lado da Barbie que pode praticar o esporte que quiser! Além disso, a leitura proporciona o contato com diversas modalidades esportivas e também o aprendizado sobre elas.

Para personalizar a história com 10% de desconto é só clicar aqui!

Total
3
Shares
Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Related Posts